Antes de pausa da Copa, América-MG e Chapecoense fazem jogo movimentado, mas sem gols

Um placar que não condiz com o que foi o jogo entre América-MG e Chapecoense, na tarde desta quarta-feira, na Arena Independência, em Belo Horizonte. No primeiro tempo, os donos da casa tiveram melhores chances de balançar as redes, mas pararam em Jandrei. No segundo, os visitantes se recuperaram, mas também não superaram o goleiro Jori. Um empate justo antes da pausa para a Copa do Mundo.

Com o empate, as duas equipes chegam a 14 pontos e seguem perto na tabela de classificação. Mesmo assim, o América-MG ganha momentaneamente a posição do Botafogo e sobe para 12º. A Chapecoense permanece em 14º.

Um primeiro tempo muito movimentado. Em casa, o América-MG foi logo para cima da Chapecoense. Nos primeiros quinze minutos de jogo, o Coelho teve cinco chances de marcar. Ademir, o Fumacinha, fez juz ao apelido e incomodou a defesa verde e branca. Judivan e Norberto também tiveram boa atuação. Por sua vez, os visitantes buscaram contra-ataque. Wellington Paulista parou duas vezes em Jori. Do outro lado, Jandrei salvou a melhor chance, em finalização de Judivan.

No segundo tempo as melhores chances foram da Chapecoense, mas nada que assustasse a torcida presente nas arquibancadas da Arena Independência. Demonstrando desejo de vencer, os dois técnicos fizeram substituições no setor de ataque, mas não conseguiram balançar as redes do adversário. Foi de um substituto a melhor oportunidade. Bruno Silva puxou contra-ataque, mas a finalização saiu errada. O jogo acabou sem gols.

As duas equipes vão “curtir” um bom intervalo antes de voltar a entrar em campo pelo Brasileirão. Os clubes da Série A não jogam no período da Copa do Mundo. O próximo compromisso dos dois times está marcado para o dia 19 de julho, às 19h30 (de Brasília). O América-MG enfrenta o Cruzeiro, no Mineirão. A Chape recebe o Bahia, na Arena Condá.

Bruno Silva, que no jogo contra o Cruzeiro marcou seu primeiro gol no Brasileirão, teve boa atuação também contra o América-MG. Promessa da base da Chapecoense, o atacante de 18 anos entrou no segundo tempo e teve chance de balançar as redes, além de sofrer várias faltas. A melhor oportunidade ocorreu aos 26 minutos, quando puxou o contra-ataque, mas acabou chutando em cima de Jori na hora da finalização.

O América-MG segue sem vencer a Chapecoense. Além do resultado da tarde desta quarta-feira, o Coelho tem três derrotas e um empate contra o Verdão do Oeste. Os outros duelos ocorreram na Série B de 2013 e na Série A de 2016.

Globo Esporte