Após empréstimo e lesão grave, Hudson começa a recuperar espaço no São Paulo

Hudson é uma das novidades do elenco do São Paulo nesta temporada. De volta ao clube após um ano de empréstimo ao Cruzeiro, time pelo qual foi campeão da Copa do Brasil em 2017, o volante deve, enfim, ter uma chance como titular do Tricolor em 2018. Será na próxima quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), contra o CSA, em Maceió, pela segunda fase da Copa do Brasil.

Contratado em 2014 após se destacar pelo Botafogo de Ribeirão Preto no Paulistão, Hudson terá essa oportunidade como titular porque Petros, capitão do Tricolor, está suspenso. Ele foi expulso na última rodada do Brasileiro, contra o Bahia, e pegou dois jogos de gancho no STJD. Na primeira fase da Copa do Brasil, contra o Madureira, ele também cumpriu suspensão.

Pelo Tricolor, Hudson disputou as temporadas de 2014, 2015 e 2016, participando de 122 jogos. Ele fez ainda três gols durante esse período, um em cada ano.

O retorno de Hudson aos jogos demorou um pouco mais nesta temporada por conta de uma grave lesão na coxa direita, sofrida no final do ano passado, ainda pelo Cruzeiro. Embora tenha sido relacionado para outras partidas, o volante só reestreou pelo São Paulo nesta temporada na última quarta-feira, ao entrar no segundo tempo da vitória por 1 a 0 sobre o Bragantino, pelo Paulistão.

Hudson precisa aproveitar bem essa oportunidade contra o CSA. Até porque a concorrência direta por uma vaga na equipe titular de Dorival Júnior é Petros, que desde o ano passado aumentou a sua liderança no elenco e iniciou 2018 como capitão. De qualquer forma, quando a equipe tiver um entrosamento maior, a ideia da comissão técnica é rodar mais o elenco nas competições.

Globo Esporte