Argel aumenta coro de reclamações, mas reconhece fragilidade defensiva

Argel-inter-divulgacao-480

O técnico Argel Fucks não deixou de reclamar dos lances polêmicos da arbitragem contra o Inter na derrota por 3 a 0 para o Avaí na Ressacada. Após a partida, o treinador colorado disparou contra os dois árbitros da partida, Péricles Bassols e Jean Pierre Gonçalves Lima.

Um por não ter marcado um suposto pênalti de Lovat em cima de Eduardo Sasha logo aos cinco minutos do primeiro tempo. Outro, por ter dado penalidade máxima de Paulão em Léo Gamalho, aos 20 da etapa final, no lance que gerou o primeiro tento avaiano em Florianópolis (SC).

“O adversário, até a marcação do pênalti, não tinha incomodado ainda. E ai veio um pênalti que até agora não consigo entender o que ele marcou. Os dois árbitros foram horríveis. O do primeiro tempo, que deixou de dar um pênalti claríssimo no Sasha, e o segundo que acabou dando pênalti num lance que nem o bandeira viu. Nem os jogadores do Avaí sabiam o que ele tinha dado”, reclamou Argel.

Apesar dos erros de arbitragem, Argel ressaltou a necessidade de que o próprio Inter reconheça as falhas defensivas que culminaram nos dois outros gols do Avaí. Para ele, cada lado tem que assumir sua responsabilidade: o Colorado, pelos erros de desatenção após dois contra-ataques, e o trio de arbitragem, por ter mexido no placar a favor do Avaí.

“Assumimos nossa responsabilidade pelos dois gols, e esperamos que a arbitragem assuma a dela. Ela tem sido fator decisivo em muitos jogos. Mas reconheço que não poderíamos tomar os dois gols da maneira que tomamos. Em dois chutões para frente, o adversário ganhou na velocidade e fez os dois gols. Então, a nossa responsabilidade é dos dois gols. Pelos jogadores e pela experiência que temos, não podíamos ter sofrido”, avaliou.

A derrota contra o Leão foi a primeira dos gaúchos sob o comando de Argel. Agora, a equipe se prepara para tentar a recuperação no Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira, em duelo contra o desesperado e lanterna Vasco no Beira-Rio, a partir das 19h30 (de Brasília).

Fox sports

Deixe seu comentário