Argel é expulso em estreia, Figueira bate o Tigre com gol relâmpago e segue na liderança

Quando a fase é ruim, nem mesmo a troca de treinador ajuda. Uma falha de marcação do Criciúma logo ao primeiro minuto deu a vitória para o Figueirense, na tarde deste domingo, no Heriberto Hülse. Para piorar a situação, o estreante Argel foi expulso no primeiro tempo da partida. Quando a fase é boa, até mesmo um time alternativo mantém o bom desempenho. João Paulo aproveitou uma das únicas chances do jogo e deu a vitória ao líder Alvinegro.

A vitória mantém o Figueirense na liderança isolada do Campeonato Catarinense, com 24 pontos. Já o Criciúma segue na zona de rebaixamento, na 9ª colocação, com 9 pontos.

O próximo compromisso do Criciúma é no sábado, às 19h, contra o Concórdia, fora de casa, pela 11ª rodada do Campeonato Catarinense. O Figueira joga na quarta-feira, às 21h45, contra o Atlético-MG, pela Copa do Brasil. A partida é no Orlando Scarpelli.

Um gol relâmpago do Figueirense que colocou por água abaixo qualquer planejamento do Criciúma de espantar a má fase. Logo no primeiro minuto do jogo, João Paulo recebeu na área dominou, e soltou um foguete no ângulo de Luiz. A situação que já não era boa, piorou. Aos 23 minutos, o estreante Argel Fucks foi expulso pelo árbitro. Depois disso, os donos da casa buscaram o empate, mas o Alvinegro se segurou bem.

Atrás no marcador, o Criciúma voltou para o segundo tempo com duas mudanças. Alex Maranhão e Lucas Coelho entraram nas vagas de Douglas Moreira e Élvis. O resultado foi positivo, já que os donos da casa pressionaram em busca do empate. Porém, com a insistência nas bolas aéreas, o Tigre ficou longe de arrancar um ponto. A melhor chance foi com Sandro, após cobrança de escanteio. O Figueira chegou a balançar as redes, mas a arbitragem marcou impedimento de Henan. Fim de jogo, vitória do Figueirense por 1 a 0.

A terceira estreia de Argel no comando do Criciúma não foi nem perto da sonhada pelo torcedor carvoeiro. Presente no estádio após a chamada do técnico, deixou o Majestoso mais uma vez frustrado. Além de aguentar mais uma derrota, viu o técnico ser expulso no primeiro tempo da partida.

O Figueirense segue sem saber o que é derrota na temporada 2018. São 10 jogos pelo estadual e mais dois pela Copa do Brasil, com nove vitórias e três empates. O aproveitamento é de 83,33%.

Globo Esporte