Arini é apresentado no Figueirense e promete: “Vamos trazer para resolver”

figuera

O novo superintendente de Esportes do Figueirense foi apresentado na manhã desta sexta-feira. Depois de terminado o compromisso com o Santo André, no Campeonato Paulista, Carlos Arini desembarcou em Florianópolis para um trabalho presencial, uma vez que ajudava o clube a distância. A intenção é mudar a postura do atual grupo e qualificar o elenco.

Arini evita quantificar o número de reforços, mas promete peças de qualidade. Além disso, quer recuperar atletas que não renderam nesta temporada no clube, além de promover algumas saídas. Segundo o dirigente, é preciso uma mudança forte de olho no acesso, principal objetivo de 2017.

– Se você perguntar para o torcedor, ele vai dizer que precisa de tudo, mas no futebol não é assim. Você pode recuperar jogadores dentro do vestiário. O negócio é ser cirúrgico, temos uma Série B com o objetivo de voltar à elite. Importante foi nesse período que conseguimos amarrar as contratações. Trazer por trazer? Não, vamos trazer para resolver. Vai sair gente? Vai sair, é normal. No nosso momento, o torcedor quer ver o quê? Um time que proponha o jogo, seja forte, e isso ele vai ter – afirmou Arini.

Enquanto estava em São Paulo, Carlos Arini aproveitou o trabalho para encaminhar contratações. Agora irá trabalhar em conjunto com o presidente Wilfredo Brillinger e a comissão técnica para bater o martelo. Caso consiga liberações, os reforços podem chegar ainda para o restante do estadual.

 

  No nosso momento, o torcedor quer ver o quê? Um time que proponha o jogo, seja forte, e isso ele vai ter
Carlos Arini

– A gente mapeou muitas situações de contratação lá. Temos que dividir em duas partes. O que existe no vestiário, os jogadores que estão aqui disputando o estadual. A partir de agora vamos analisar um por um, sabemos quais são as carências e temos uma lista pronta. Esperei hoje (sexta-feira) para analisar a parte financeira e vamos trazer. Trazer não é problema nenhum e o jogador não pode ficar melindrado porque vai vir gente, é para ajudar. Então vamos qualificar, isso está claro.

O dirigente, durante a apresentação, garantiu que a avaliação do grupo irá ficar intensificada a partir deste sábado, quando o time volta a campo. Às 16h, o Figueirense recebe a Chapecoense, pela sexta rodada do returno.

Globo Esportes