Com gol de Bruno Henrique no fim, Santos vence Fluminense no

Com gol de Bruno Henrique no fim, Santos vence Fluminense no Maracanã

Com um gol de Bruno Henrique aos 40 minutos do segundo tempo, o Santos venceu o Fluminense nesta quarta-feira, no Maracanã, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro – a última antes da parada para a Copa do Mundo. Foi a quarta derrota seguida Tricolor, que empacou nos 15 pontos, na metade de baixo da tabela, após cinco jogos sem vencer. O Peixe, que reencontrou a vitória depois de duas partidas, chegou a 13 pontos e se livrou de passar mais de um mês na zona de rebaixamento. Lembrando que o time paulista tem um jogo a menos, adiado da terceira rodada, contra o Vasco.

A partida contra o Fluminense foi a primeira de Bruno Henrique como titular do Santos depois das duas lesões sofridas no ano. O atacante machucou gravemente o olho direito no primeiro jogo da temporada e só voltou a campo depois de três meses. Porém, logo em seguida, no fim de abril, sofreu uma lesão muscular e ficou mais um mês afastado. No fim do jogo no Rio de Janeiro, Bruno Henrique chorou em campo e dedicou o seu primeiro gol no ano à esposa, grávida do filho Lorenzo.

Até a metade da etapa inicial, o jogo foi bem ruim, travado no meio de campo, com quase nenhuma jogada de perigo. Aos 20 minutos, a primeira finalização: Pablo Dyego, do Fluminense, para defesa de Vanderlei. Em seguida, Jean Mota respondeu para o Santos, e Júlio César espalmou. Depois a disputa ficou mais aberta, mas pendeu para o lado tricolor – foram mais cinco finalizações do time carioca. Destaque negativo para os passes errados: 16 de cada equipe.

Aos 40 minutos do primeiro tempo, Richard deu um chapéu em Gabigol na intermediária de ataque tricolor. A jogada não deu em nada, mas levantou a torcida.

O Santos voltou mais esperto na etapa final. Aos 12 e aos 20, em bolas cruzadas na área, Bruno Henrique e Gabriel perderam boas chances, de cabeça e com o pé, respectivamente. O Fluminense não conseguia atacar. Abel Braga (com Sornoza e Dudu) e Jair Ventura (com Copete) tentaram avançar suas equipes. Mas foram os visitantes que continuaram criando mais perigo: aos 40, Diego Pituca levantou a bola na área para Bruno Henrique tocar de primeira e decidir. O Peixe teve metade das finalizações do Tricolor (cinco contra 10), mas foi mais perigoso (três chances reais contra nenhuma).

Aos 23 minutos do segundo tempo, em bola levantana da área, Nathan deu um chute na cara de Cittadini, que tinha se abaixado para tentar o cabeceio. O lance foi sem intenção, e o juiz nem pensou em marcar pênalti.

O melhor pontuador do jogo no fantasy foi Bruno Henrique, com 7.90. O destaque negativo do Santos foi Renato, que negativou: -2,50. No Fluminense, os opostos foram Richard (5.40) e Dudu (-1.10).

Após o jogo, o goleiro Júlio César disse espera que o Fluminense aproveite a parada da Copa para voltar melhor no Brasileirão.

Os elencos de Fluminense e Santos ganham 11 dias de folga, antes de iniciar as atividades de intertemporada no próximo dia 25. O Tricolor carioca ainda não divulgou a programação. O Peixe viaja para o México: tem um amistoso no dia 7 de julho, contra o Monterrey, e a diretoria busca outros adversários para fazer ao menos mais um jogo durante a excursão.

As duas equipes voltam a jogar no dia 19 de julho, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, e em clássicos! Em São Januário, o Fluminense visita o Vasco. No Pacaembu, o Santos recebe o Palmeiras – Alison e Diego Pituca estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo.

Globo Esporte