Com semana de treino, Capa aposta em “toque especial” de Geninho no Avaí

Geninho chegou ao Avaí na última sexta-feira, mas somente agora tem um período de trabalho com seus novos comandados. Apesar de ter dirigido o Leão diante do Juventude, o técnico ficou apenas na conversa e contou com as informações do auxiliar Evando.

A expectativa é de que os desejos do técnico, de um Avaí mais ofensivo, com melhor construção das jogadas, possa ser reproduzido após os treinamentos da semana. Capa confia no período para evolução da equipe.

– Agora durante a semana ele vai definir um esqueleto para o Avaí fazer grandes partidas. Eu achei que o time jogou bem no meu ponto de vista, impôs nosso ritmo de jogo, mas em detalhes cedemos duas vezes o empate. Provável que não se mude muito a maneira de jogar, mas o Geninho vai dar um toque especial, conhece alguns atletas, sempre tentando o melhor para o Avaí – afirmou o lateral.

Na visão de Capa, há um excesso quando se pensa em um time extremamente defensivo quando era comandado por Claudinei Oliveira. Ainda assim, o lateral acredita que o time possa apresentar um melhor desempenho quando ataca.

– Na época do Claudinei não tínhamos essa filosofia de retranqueiro, buscávamos nos defender bem e sair com eficiência. A ideia do Geninho é sermos mais agressivos, ficarmos em cima do adversário. Antes nos preocupávamos em marcar um pouco mais, agora é possível ser mais eficiente – completou.

Sem vitória na Série B, o Avaí segue em preparação para encarar o Juventude, sábado, fora de casa. Nesse ano, o Leão enfrentou os gaúchos, também em Caxias do Sul, pela copa do Brasil. Vitória azurra por 2 a 0, gols de Romulo e Marquinhos.

Globo Esporte