Corinthians empata com a Chape em jogo com dois pênaltis e deixa o G6

corinthians-giovanni-augusto-gol-gazeta-950x715

Precisando de apenas três pontos para se garantir na Série A em 2016 e já classificada para as semifinais da Copa Sul-Americana, a Chapecoense não quisa saber de poupar seu time e veio á Arena Corinthians disposta a atrapalhar o Timão na luta por uma vaga na Copa Libertadores.

Com o resultado, o Timão chegou aos 50 pontos ganhos, perdendo sua posição no G6, já que o Atlético-PR venceu o Cruzeiro por 1 a 0, em jogo no mesmo horário. Já a Chapecoense fois aos 43 pontos, subindo para a 11ª posição.

Na próxima rodada, o Corinthians terá pela frente o clássico contra o São Paulo, sábado, ás 19h30 (de Brasília), no Morumbi. Já a Chapecoense recebe o Figueirense, domingo, às 19h30 (de Brasília), na Arena Condá. Ambos os jogos são válidos pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

O JOGO

O Corinthians teve sua primeira boa oportunidade de gol logo aos três minutos. Após boa troca de passes pelo lado esquerdo, Giovanni Augusto dominou na lateral da área, aplicou uma caneta no marcador e, mesmo sem ângulo, chutou para defesa de Danilo.

Quatro minutos depois, a Chapecoense respondeu com uma bola na rede, mas pelo lado de fora. A zaga do Timão saiu jogando errado, Ananias roubou no meio de campo e lancou para Bruno Rangel, que bateu cruzado, assustando o goleiro Walter.

Tendo só acompanhado a finalização de Bruno Rangel, Walter precisou ser substituído sem ter participado do jogo. O goleiro, que já tinha uma proteção na parte interna da coxa, cobrou um tiro de meta e acabou precisando de atendimento médico. Após tentar seguir em campo, o arqueiro precisou ser substituído por Cássio.

O Corinthians tentava pressionar, mas esbarrava na forte marcação da Chape, especialmente a partir da intermediária. Quando conseguiu vencer a barreira visitante, o atacante Romero, artilheiro do elenco com 20 gols, desperdiçou grande chance. Marlone conduziu pelo meio e abriu para Giovanni Augusto, que cruzou rasteiro para a área, mas o paraguaio furou a finalização e perdeu grande oportunidade.

O segundo tempo iniciou com o Timão ainda sofrendo para criar boas chances de gol. Aos quatro minutos, Marquinhos Gabriel recebeu boa enfiada de Giovanni Augusto e encobriu o goleiro Danilo, fazendo um belo gol. A arbitragem, porém, anulou corretamente o tento.

O lance foi a última participação do camisa 31, que deixou o campo para a entrada de Lucca pouco tempo depois. Aos 23 minutos, Oswaldo fez mais uma mudança no Timão e que, desta vez surtiu efeito quase imediato. Marlone deixou o campo para entrada de Rildo, que quatro minutos depois, sofreu pênalti de Gimenez ao ser derrubado na área.

O lateral direito da Chape recebeu o cartão amarelo e, na cobrança, Giovanni Augusto bateu firme no canto esquerdo de Danilo, que quase chegou na bola, mas não conseguiu impedir o placar de ser aberto.

Fox Sports