Criciúma sai na frente, mas Atlético-GO vira e estreia com vitória na Série B

A noite de sexta-feira foi dos donos da casa na abertura da Série B. Todas as equipes mandantes venceram na rodada e com o Atlético-GO não foi diferente. No estádio Olímpico, o Dragão bateu o Criciúma de virada, por 3 a 2, e começou bem a Segundona – gols de Tito, duas vezes, e Tomas Bastos, para os goianos, e de João Paulo e Sueliton para os catarinenses.

A vitória deixa o Atlético-GO na segunda colocação nesta sexta-feira, ainda à espera do fim da rodada, neste sábado. O Criciúma dorme na zona de rebaixamento, sem pontos.

O Dragão volta a campo já na terça-feira. Às 21h30, visita o Coritiba, pela segunda rodada. O Tigre joga no sábado da próxima semana, às 19h, no Heriberto Hülse. O adversário será a Ponte Preta.

O início de partida foi pouco promissor. Erros de passe, muita marcação e zero criatividade, com um ou outro lance de perigo pelo alto. A partir dos 18 minutos, a situação mudou. João Paulo fez um gol de falta, e o Atlético-GO passou a sair para o jogo. O Dragão criou oportunidades, permitiu contragolpes, mas conseguiu empatar já aos 41, na reta final da primeira etapa. Tito pegou o rebote de finalização de Tomas Bastos.

A etapa final teve gol logo aos cinco minutos, com falha de Andrew e o segundo gol de Tito. Em vantagem, o Atlético-GO se armou para o contra-ataque, e o Criciúma foi obrigado a atacar. Com mais espaço, o Dragão fez o terceiro, em chute de Tomas Bastos. Quase sem forças, o Tigre ainda diminuiu no último lance da partida.

A estreia de Tito na Série B talvez tenha sido melhor do que ele esperava. O camisa 9 do Dragão foi decisivo, com um gol em cada etapa, além de incomodar a defesa do Criciúma enquanto esteve em campo – saiu aos 21 do segundo tempo. Com os dois tentos, sai na frente da artilharia da Segundona.

Andrew descobriu que seria titular na tarde desta sexta-feira, quando o Criciúma soube de uma suspensão de Marlon. O atacante então foi improvisado na lateral esquerda e não esteve bem, apesar de ter feitos bons jogos no estadual atuando no setor. No segundo gol do Atlético-GO, furada que deixou Tito livre para conseguir a virada. Depois, o jovem não escondeu a lamentação e passou parte da partida cabisbaixo.

Globo Esporte