Criciúma vence o lanterna Náutico e encosta no G4 da Série B

crciuma

O Náutico segue na lanterna da Série B do Campeonato Brasileiro e cada vez se afundando mais rumo à terceira divisão. Na noite deste domingo, a equipe recebeu a visita do Criciúma e acabou derrotada por 2 a 1.

Vivendo uma péssima fase, o Náutico sofreu o primeiro gol logo aos dois minutos de jogo. Silvinho aproveitou corte da defesa do Timbu e chutou de primeira. A bola desviou em Diego Giaretta e morreu no fundo das redes. No segundo tempo, a equipe da casa reagiu e empatou após golaço de bicicleta de Erick. No entanto, poucos minutos depois, o Tigre voltou a pular à frente com gol de Silvinho.

Com o resultado, o Náutico tem apenas oito pontos, a equipe segue a sete pontos do ABC, penúltimo colocado. Já o Criciúma ganhou posições na tabela e termina a 17ª rodada na sétima posição, sonhando ainda com o G4 – com um ponto a menos que o Internacional, quarto colocado.

Na próxima rodada, o Náutico visita o vice-líder Vila Nova, no dia 1º de agosto, às 20h30 (de Brasília). Enquanto o Criciúma enfrenta o Ceará, fora de casa, também no dia 1º de agosto, às 21h30 (de Brasília).

  • O jogo

 

Logo na primeira chance de gol do jogo, o Náutico saiu atrás no placar. Aos 2 minutos do primeiro tempo, a zaga do Timbu afastou o perigo e a bola sobrou para Silvinho, que chutou de primeira. A bola desviou em Diego Giaretta e enganou o goleiro: 1 a 0.

Com o revés, o Náutico precisou se lançar ao ataque. O técnico Beto Campos abriu mão do sistema defensivo e avançou os volantes e laterais da equipe. No entanto, o lanterna da Série B encontrou muitas dificuldades para criar jogadas ofensivas e pouco conseguiu produzir.

Enquanto o Náutico mantinha a bola nos pés, o Criciúma apostava nos contra-ataques. No primeiro tempo, o Tigre chegou com Caio Rangel, arriscando de longe, e Nino, que chutou por cima do gol.

Já na segunda etapa, o panorama do jogo foi diferente. Logo no primeiro minuto, o Náutico arriscou com Erick e exigiu defesa elástica do goleiro Luiz. Com apenas seis minutos, a blitz do Timbu teve efeito. A bola sobrou limpa para o atacante Erick, que emendou uma bela bicicleta e acertou o canto do goleiro do Criciúma, deixando tudo igual na Arena Pernambuco.

Apesar da euforia dos torcedores do Timbu, a comemoração pelo empate durou pouco. Logo na sequência, o Criciúma manteve a calma e fez boa jogada ofensiva. Silvinho e Jocinei tabelaram e o atacante tocou na saída do goleiro: 2 a 1.

O Náutico até tentou correr novamente atrás do placar, mas parou nas boas defesas do goleiro Luiz e na falta de criatividade do meio-campo pernambucano. Enquanto isso, o Tigre manteve postura defensiva e ainda contou com a sorte, quando Bruno Mota cabeceou e acertou a rede pelo lado de fora.

Espn/Gazeta Press