Diego Alves se machuca, Flamengo vira sobre Junior com golaço e abre vantagem na semi

O Flamengo perdeu Diego Alves logo no começo do jogo, saiu atrás no placar, mas não desistiu e conseguiu a virada sobre o Junior Barranquilla por 2 a 1, levando o Maracanã à loucura. Um passo grande rumo à decisão da Copa Sul-Americana.

Com o resultado no confronto válido pela ida da semifinal, o time rubro-negro pode empatar ou até perder um gol de diferença a partir de 3 a 2 no confronto de volta para ficar com a vaga. A equipe colombiana, por sua vez, se classifica se ganhar por 1 a 0.

No duelo desta quinta, Diego Alves sentiu um problema e precisou ser substituído com apenas 19min de bola rolando, para a entrada de Alex Muralha. O goleiro reserva não atuava desde a final da Copa do Brasil contra o Cruzeiro, em 28 de setembro. No minuto seguinte, os colombianos abriram o placar. González cruzou próximo de Muralha, que não conseguiu pegar a bola e viu Teo Gutiérrez estufar a rede.

Na etapa final, a equipe da casa conseguiria o empate com Juan aproveitando cruzamento de Trauco e cabeceando para o fundo da meta, devolvendo o ânimo às arquibancadas do Maracanã. A festa seria ainda maior aos 36min, quando Felipe Vizeu fez um golaço para definir o triunfo dos mandantes. Na comemoração, o atacante abraçou o zagueiro Rhodolfo, que estava no banco de reservas, para encerrar a polêmica discussão dos dois durante a partida contra o Corinthians no final de semana.

O duelo de volta da semifinal ocorrerá já na próxima quinta-feira, no Estádio Metropolitano Roberto Meléndez, às 22h30 (de Brasília). Antes, o time de Reinaldo Rueda receberá o Santos na Ilha do Urubu, no domingo, às 19h, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro.

No outro confronto da Sul-Americana, o Libertad venceu o Indpendiente por 1 a 0, em casa. O segundo jogo será na Argentina, na terça.

O jogo – O Junior assustou logo com um minuto com o atacante Chará, que recebeu na área, mas chutou muito mal. O Flamengo criou sua primeira chance de abrir o placar aos dez minutos. Mancuello recebeu passe na entrada das área e chutou na rede pelo lado de fora. O time colombiano conseguiria chegar com perigo novamente aos 16 minutos. Após falha da zaga, a bola chegou em Yoni González, que finalizou, mas foi abafado pelo goleiro Diego Alves. No lance, o arqueiro sofreu uma lesão e precisou ser substituído por Alex Muralha.

Os colombianos permaneceram melhores em campo e chegaram ao gol aos 20 minutos. Após boa troca de passes, Yoni González cruzou rasteiro para Teo Gutiérrez apenas tocar para a rede.

O gol fez o Flamengo voltar a buscar o ataque com mais intensidade. Primeiro, Mancuello arriscou de longe e levou perigo. Pouco depois, Vizeu aproveitou cruzamento de Éverton Ribeiro e cabeceou muito próximo do alvo. Com espaço, o Junior voltou a assustar aos 33 minutos. Em contra-ataque rápido, Chará foi lançado e chutou cruzado para boa defesa de Alex Muralha.

Mesmo tendo mais posse de bola, o Flamengo tinha dificuldade em passar pela marcação colombiana. Com isso, os rubro-negros insistiram nas bolas aéreas, sem qualquer sucesso. O Junior buscava os avanços nos contra-ataques, só que pecavam no setor ofensivo. Assim, os visitantes conseguiam segurar a vantagem até o intervalo.

No segundo tempo, os donos da casa quase empataram logo com um minuto. Após cruzamento, Éverton Ribeiro cabeceou, e a bola passou perto. A resposta do Junior veio aos quatro. Murillo cruzou pela direita, e Chará finalizou muito mal.

Depois do começo agitado, a partida voltou a ficar como na etapa inicial. O Flamengo seguia tendo mais posse de bola, mas sem objetividade. Somente aos 21 minutos os rubro-negros chegaram com perigo. Após cobrança de escanteio, Réver cabeceou no canto e viu o goleiro Sebastian Viera se esticar para salvar a equipe adversária.

Só que aos 30 minutos, o Flamengo chegou ao empate no Maracanã. Em nova cobrança de escanteio, Juan apareceu para cabecear sem chance para Viera.

O Junior não se intimidou com o revés e quase marcou aos 32 minutos. Chará tocou para González na área. O meia chutou com força, mas parou em boa defesa de Alex Muralha. No minuto seguinte, Chará tocou para Diaz na área. O meia finalizou pela linha de fundo, muito perto do gol.

A resposta do Flamengo veio em grande estilo aos 36 minutos. Após cruzamento, Willian Arão escorou para Felipe Vizeu, que acertou belo chute de primeira, no ângulo de Viera.

Nos minutos finais, o confronto ficou aberto. O Junior assustou aos 40 minutos em chute de fora da área de Chará. Alex Muralha teve dificuldade para fazer a defesa. O time da casa ainda buscou mais um gol, mas sem sucesso. Mesmo assim, os rubro-negros saíram de campo aplaudidos pela torcida e com a vantagem para o duelo de volta.

Espn/Gazeta Press