Estafe vê nova diretoria forçando saída de Luis Fabiano do São Paulo

Estafe vê nova diretoria forçando saída de Luis Fabiano do São Paulo

Luis Fabiano tem contrato com o São Paulo até 31 de dezembro de 2015

Ele marca gols como nunca, deixou de ser desfalque em momentos decisivos e vem conseguindo se comportar em campo. Sonha até mesmo com uma vaga na lista de espera da seleção para a Copa. Ainda assim, Luis Fabiano e seu estafe, apurou o ESPN.com.br, não asseguram seu futuro no São Paulo: acreditam que membros da nova diretoria trabalham para tirá-lo do clube. A chegada de Alan Kardec seria mais uma mostra disso.

Os dirigentes tricolores negam oficialmente. O vice de futebol Ataíde Gil Guerreiro faz a ressalva apenas de que o artilheiro não conta mais com a mesma resistência física de antes para poder participar de todos os jogos.

“Sou fã incondicional do Luis Fabiano, para mim ele é o grande craque do São Paulo. Não passa pela minha cabeça, em hipótese alguma, negociá-lo. Mas ele sempre lutou muito, teve problemas físicos e não aguenta o calendário brasileiro que judia dos jogadores. Então, pode-se encontrar um lugar para o Kardec junto com o Luis Fabiano, que também será preservado em partidas menos importantes”, afirmou.

Ele cita ainda que Kardec pode atuar vindo de trás com uma referência mais à frente. Foi assim com Borges durante a sua passagem pelo Santos entre 2011 e 2012. O vice-presidente contou ao ESPN.com.br ter tido uma conversa com Muricy Ramalho sobre o aproveitamento do artilheiro antes de fechar a vinda do ex-palmeirense.

Com contrato até dezembro de 2015, Luis Fabiano prometeu a sua família que não deixaria o São Paulo para se aventurar em novos mercados como China, Japão e Oriente Médio. A resistência da nova gestão ao seu futebol e a possibilidade de conseguir um último contrato lucrativo poderiam fazê-lo mudar de ideia, entretanto.

“O mercado é assim. Não há nenhum jogador preso no São Paulo. Se houver ofertas boas, interessantes, se o jogador for valorizado, qualquer um pode sair”, disse Ataíde.

Perguntado sobre o assunto, o agente do atleta, José Fuentes, preferiu não se alongar.

“De repente”, resumiu.

O empresário espanhol está de mudança do Brasil, porém, nega que a sua saída do país tenha qualquer relação com uma possível transferência de seu cliente do São Paulo e credita a “motivos pessoais”.

“Estamos longe da janela, a um mês da Copa do Mundo, vamos ter de esperar. Nesse momento, nada de interessante chegaria. Vamos dar um tempo e retomamos isso mais adiante”, concluiu Fuentes.

Conforme mostrado pelo ESPN.com.br, o São Paulo pagou recentemente a última parcela do total de R$ 23,4 milhões ao Sevilla na compra de Luis Fabiano em 2011. A transação foi feita antes de o clube assegurar um empréstimo de R$ 50 milhões com apoio da Rede Globo para equilibrar as suas finanças. Parte desse dinheiro acabou sendo utilizado pela nova diretoria tricolor para ‘roubar’ Alan Kardec do Palmeiras.

Na primeira reunião da gestão Aidar, ficou determinado um corte de 20% nas despesas do clube que atingirá, dentre outras áreas, o elenco profissional, considerado inchado pelos cartolas.

Gazeta Press

Deixe seu comentário