Faltou pontaria: Vasco desperdiça chances, vence, mas é eliminado na Sul-Americana

O Vasco dominou o jogo, criou diversas chances, mas deixou São Januário nesta quinta-feira eliminado da Copa Sul-Americana. Sem pontaria, a equipe venceu a LDU por 1 a 0, resultado insuficiente, e deu adeus à competição – precisava vencer por 2 a 0 ou três gols de diferença para se classificar.

Ao todo, o Vasco finalizou 36 vezes – apenas 10 delas foram no gol, de acordo com os dados do site “SofaScore”. Um retrato preciso da partida realizada pelo time de Jorginho: domínio territorial e tático, mas extrema deficiência – e uma dose de azar – na hora de concluir as inúmeras jogadas criadas.

Thiago Galhardo, destaque do time na partida, foi o autor do gol da vitória, batendo da entrada a área após bom passe de Ríos. Mas o meia foi o símbolo do Vasco: antes do gol, desperdiçou pelo menos três boas oportunidades.

A maioria das finalizações do Vasco saiu de fora da área. O time pressionou desde o início e teve em Thiago Galhardo, aberto pela esquerda e caindo sempre por dentro, sua melhor arma. Dos pés do meia surgiram as principais jogadas.

O roteiro se repetiu no segundo tempo. Andrey também tentou, mas não conseguiu. Por outro lado, os dois artilheiros do Vasco no ano estiveram discretos: Pikachu se movimentou muito, mas não teve tantas chances, e Ríos chegou a irritar a torcida com alguns erros em campo.

Curiosamente, Pikachu e Ríos, junto com Ricardo, construíram a jogada do gol de Galhardo. Mas já era tarde demais para a reação.

Para piorar, o Vasco teve problemas físicos e perdeu seus dois zagueiros no primeiro tempo. Primeiro, Henríquez saiu com dor muscular – Raul entrou e foi para a lateral direita, com Luiz Gustavo deslocado para a zaga; depois, Breno sentiu o joelho e foi substituído por Ricardo.

Globo Esporte