Flamengo se impõe diante do Corinthians e vence em Itaquera; Paquetá marca duas vezes

Nove dias depois da semifinal da Copa do Brasil, Corinthians e Flamengo voltaram a se enfrentar em São Paulo. No palco onde foi eliminado e entrou na crise que terminou com troca de treinador, o Rubro-Negro virou a página. No segundo jogo sob o comando de Dorival Junior, impôs um 3 a 0 com domínio e manteve viva a briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados por um decisivo Paquetá (duas vezes) e pelo lateral Renê. Em noite ruim e com a cabeça na final diante do Cruzeiro, o Timão chegou ao terceiro jogo seguido sem vencer no torneio.

Com o triunfo, o Flamengo subiu para a terceira colocação, com 52 pontos. A equipe volta a jogar pelo Brasileirão somente no próximo sábado, dia 13, no clássico diante do Fluminense.

O Corinthians, por sua vez, volta todas as suas atenção para a final da Copa do Brasil. O jogo de ida será na quarta-feira, diante do Cruzeiro, no Mineirão. No Campeonato Brasileiro, a equipe soma 35 pontos e está na nona posição. O próximo duelo pelo torneio será no dia 13, no clássico diante do Santos.

Não foi uma noite boa para o Corinthians dentro de seu estádio. Muito pelo contrário. A derrota foi a pior do Timão em sua arena: jamais havia sofrido um 3 a 0 em Itaquera. O resultado ainda encerra um tabu para os Cariocas, que não venciam o adversário fora de casa desde 2009.

O Flamengo manteve suas características sob o comando de Dorival Junior. Iniciou tendo a posse de bola de sempre. Criou oportunidades e deu trabalho pela esquerda – com Vitinho em noite bem mais inspirada do que ultimamente. Mesmo assim, o Corinthians mantinha a frieza diante de sua torcida e se segurava como pode. O Rubro-Negro girava a bola, trabalha pelos cantos, mas repetia os problemas de objetividade no ataque. As chances apareceram, como nos chutes de Vitinho, Uribe e Paquetá, mas faltava capricho.

A melhor chance do primeiro tempo, no entanto, foi  do Corinthians. No fim da etapa, Willian Arão errou feio na saída de bola e deu praticamente um passe para Mateus Vital, que ficou cara a cara com César. Substituindo Diego Alves (lesionado) pelo segundo jogo seguido, o goleiro conseguiu grande defesa. Na sequência, a bola ainda sobrou para o chute de Douglas, que também parou em César.

O Flamengo seguiu propondo o jogo na Arena Corinthians. Mas, desta vez, contou com aquele capricho que faltava através de Lucas Paquetá. O meia assumiu a função de goleador e marcou dois gols. O primeiro, aos 14, foi de cabeça após escanteio cobrado por Vitinho. Cinco minutos depois, ampliou. Em outra jogada de escanteio, Uribe desviou, e o camisa 11 encheu o pé para chutar na sobra. Com os dois gols, Paquetá chegou aos 11 gols na temporada – nove no Brasileirão. Foi a primeira vez que marcou duas vezes entre os profissionais.

Enquanto o Corinthians não conseguia se impor, o Flamengo ainda ampliou o marcador no apagar das luzes. Os cariocas se aproveitaram de rápido contra-ataque puxado por Lucas Paquetá. Rodinei recebeu, avançou pela direita e cruzou para Renê. O lateral recebeu sozinho na área, chutou e parou em defesa de Cássio. No rebote, porém, mandou no fundo do gol.

Globo Esporte