Grêmio fica no zero contra o América-MG e perde a chance d

Grêmio fica no zero contra o América-MG e perde a chance de liderar

amexgredudumace715

O Grêmio perdeu a chance de pular para a liderança do Campeonato Brasileiro neste domingo (31 de julho) ao empatar por 0 a 0 contra o América Mineiro, no estádio Independência, em Belo Horizonte. O resultado faz o Tricolor cair para a quarta posição, com 31 pontos. O América vai aos nove pontos, na lanterna do torneio.

A partida teve certo equilíbrio na maior parte do tempo. Apesar da má fase, o Coelho teve mais chances de gol, mas não conseguiu balançar as redes nem mesmo com um jogador a mais nos 15 minutos finais, com a expulsão do lateral gremista Edílson.

A melhor oportunidade foi do Grêmio, em um chute de Miler Bolaños que acertou a trave americana na etapa final. Apesar do favoritismo, o Tricolor não se encontrou em campo e perdeu uma oportunidade de ouro de se impor de vez na briga pelo título.

O próximo compromisso do Grêmio será na quinta-feira, às 19h30, contra o Santa Cruz em sua Arena. Já o América volta a campo contra o Sport, na Ilha do Retiro, quarta, às 19h30.

O jogo – Para o Grêmio, a partida representava a chance de assumir a liderança do Campeonato Brasileiro. Para o América, a recuperação depois de sete derrotas seguidas na competição. As escalações mostravam o momento das duas equipes: do lado do Tricolor Gaúcho, a mesma base que vem fazendo ótima campanha no Brasileiro. Do lado do Coelho, muitas modificações em relação às últimas rodadas.

Desesperado por um resultado positivo, o América começou a partida tentando impor seu jogo, apostando no toque de bola. O Grêmio se fechava bem na marcação e tentava encaixar os contra-ataques nos espaços deixados pela defesa americana. Isso levou a partida demorar a ter boas chances de gol.

Apesar disso, o jogo era movimentado e equilibrado. O América foi o primeiro a levar perigo real. Aos 27 minutos, Osman recebeu na área e bateu cruzado. Wallace Reis chegou, prensou o chute e a bola passou perto do travessão de Marcelo Grohe.

O crescimento do Coelho era nítido, enquanto o Grêmio mostrava dificuldades para impor seu futebol. Aos 35 minutos, Jonas chegou pela direita e cruzou para Michael, que obrigou Marcelo Grohe a fazer grande defesa.

A primeira boa chance do Grêmio veio aos 42 minutos. Douglas encontrou Bolaños com bom passe entre os zagueiros, e o equatoriano bateu perto da trave esquerda de João Ricardo. A resposta americana veio dois minutos depois. Matheusinho rolou para Pablo chegar batendo com precisão de fora da área. Bem colocado, Marcelo Grohe fez ótima defesa e salvou o Tricolor Gaúcho.

O segundo tempo começou da mesma forma que o primeiro: sonolento e sem chances de perigo. O ataque gremista, conhecido pela velocidade, não funcionava, o que fez o técnico Roger Machado trocar Pedro Rocha por Guilherme aos 13 minutos. Pouco depois, o Tricolor teve sua melhor chance até então. Bolaños recebeu lançamento de Maicon na esquerda e bateu cruzado acertando a trave. No rebote, Douglas tentou um voleio mas acabou furando a bola.

O lance fez as equipes acordarem, e a partida ficou mais aberta. O América passou a apostar nos contra-ataques e na velocidade de seus meias. Aos 27 minutos, a equipe da casa quase abriu o placar. Jonas chegou pela direita, cruzou e Michael bateu perto da trave de Grohe.

O equilíbrio fez o jogo ficar mais truncado e, como consequência, as divididas ficaram mais fortes. Aos 30 minutos, Edílson entrou com violência em Osman em uma disputa pela bola e foi expulso direto de campo, deixando o Grêmio com um a menos.

Mesmo com a superioridade numérica, o América não conseguiu impor pressão e levar perigo ao gol de Marcelo Grohe. No fim, um empate ruim para ambos os lados.

Fox Sports