Guerrero promete “dar a vida” até julho se não houver acordo

Guerrero-treino-Daniel-Augusto-Jr-Agencia-Corinthians-640-480

 

A dura negociação pela renovação de seu compromisso, assegura Paolo Guerrero, não afetará seu desempenho no Corinthians. O atual acordo do peruano com o clube expira em julho, e ele já está legalmente autorizado a assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe.

“Só me dedico ao meu trabalho. Sou profissional. Se não der certo, vou trabalhar até o último dia do mesmo jeito. Vou treinar, fazer gols, dar a vida dentro do campo e jogar da mesma forma. Isso não vai mudar nada. Estou focado e ansioso para a estreia no Campeonato Paulista”, afirmou o centroavante.

Guerrero pede mais de R$ 18 milhões só como prêmio pela assinatura do novo contrato e julga não estar exigindo “nada de outro mundo”. Se a diretoria resolver não pagar a quantia – “dentro das possibilidades do clube”, para o jogador –, o fim da passagem poderá acontecer em um momento complicado.

Principal objetivo do Corinthians na temporada, a Copa Libertadores será interrompida após as quartas de final para a disputa da Copa América. Caso o time alvinegro esteja entre os quatro melhores da competição e não consiga um acerto pela permanência, terá de se virar sem seu artilheiro.

“Minha intenção é jogar a Libertadores pelo Corinthians, ser campeão da Libertadores pelo Corinthians. Mas ainda falta muito para pensar nisso. Tenho contrato e estou focado”, repetiu. “Vou esperar até o final. Se não der certo até julho, vou ter que ir embora. Sem jogar eu não posso ficar.”

 

Fox Sports

Deixe seu comentário