JEC empata na estreia do Catarinense

joi

O JEC estreou no Campeonato Catarinense empatando com o Almirante Barroso, fora de casa, neste domingo (29). No dia em que comemorou 41 anos de história, o Tricolor encarou as dificuldades do gramado sintético do Estádio Camilo Mussi, que contou com 1.086 torcedores para prestigiar o duelo. O JEC até dominou parte do jogo, mas não conseguiu conquistar a vitória, mesmo tendo chegado a virar a partida na reta final. O Joinville soma seu primeiro ponto no Estadual e agora encara o Figueirense, na Arena Joinville, na próxima quarta-feira (1).

O JOGO

O primeiro tempo começou com o JEC marcando a saída de bola do adversário. Com as linhas avançadas, o Tricolor impôs o ritmo do jogo até os 30 minutos da etapa inicial. Apostando na velocidade de Fabinho Alves pela direita, o Coelho chegou com perigo ao gol do Barroso em pelo menos duas oportunidades. Lá atrás, a defesa se comportou bem e não sofreu grandes sustos. O centroavante Schwenck, ex-JEC, foi neutralizado pela boa marcação de Max e Henrique Mattos. Com o gramado sintético, a velocidade na troca de passes foi bastante intensa, o que desgastou um pouco mais os atletas das duas equipes.

Para a segunda etapa o técnico Fabinho Santos sacou o capitão Lúcio Flávio do time para a entrada de Aldair, buscando mais velocidade nos contra-ataques. Mas foram os donos da casa a sair na frente do marcador. Logo aos 4 minutos, em cruzamento de escanteio, a defesa tricolor não conseguiu afastar e viu Anderson Safira completar para o gol. A mudança na equipe tricolor surtiu efeito logo em seguida. Em chute de fora da área, Aldair contou com a falha do goleiro alviverde para marcar o gol de empate. O JEC então começou a gostar do jogo e criou as melhores chances. Aos 36 veio a virada. Em cruzamento da ala direita de ataque, o zagueirão Max subiu mais que a defesa do Barroso para completar de cabeça e colocar o Tricolor na frente. Nos minutos finais, porém, o time de Itajaí se lançou ao ataque e também através da bola aérea conseguiu chegar ao empate: 2×2 no placar final.

Ao final da partida o técnico Fabinho Santos avaliou o resultado. “Sentimos bastante as dificuldades do campo. E apesar de pequenos erros de atenção que resultaram nos dois gols do adversário, fizemos uma boa partida, com boa movimentação. É uma pena que não pudemos presentear nosso torcedor que veio até aqui com uma vitória. Mas no próximo jogo entraremos mais ligados”, disse.

Site do Joinville