Jogadores do Vasco tratam jogo contra o Bragantino como estratégico

622_5c9dcf5f-b38e-3455-8830-a5d726675f99

O Vasco vem de uma importante vitória por 2 a 0 sobre o Joinville, que estava na liderança da Série B do Campeonato Brasileiro – posição que agora está nas mãos de Ponte Preta e Avaí. Com o resultado, o Cruz-Maltino chegou aos mesmos 47 pontos do adversário e, de quebra, abriu quatro de vantagem para o Ceará, que hoje é o melhor colocado fora da zona de classificação para a elite do futebol nacional.

Diante deste cenário, os jogadores vascaínos passaram a tratar como essencial o duelo diante do Bragantino, previsto para esta sexta-feira, às 21h (de Brasília), em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), pela 27ª rodada da Segunda Divisão do Brasileirão.

“Esta partida é estratégica para a nossa equipe, pois estamos em uma posição dentro da zona de classificação que abrimos um pouco de vantagem para quem está fora desta área. Ainda mais que podemos ampliá-la”, comemorou Douglas. O meia completou: “O momento na Série B é dos times começarem a mostrar o que pretendem fazer e pelo que vão lutar na reta final da competição. Ganhamos um jogo complicado contra o Joinville e depois temos esse jogo contra o Bragantino, também em casa, e temos que nos impor. Se ganharmos, dependendo do que acontecer, podemos embalar de vez”.

Meia Douglas é um dos principais expoentes do elenco vascaíno na campanha da Série B
O atacante Thalles tem raciocínio parecido: “A vitória contra o Joinville teve um peso estratégico para a gente. Mas agora, contra o Bragantino, o jogo se torna ainda mais importante, uma vez que podemos ganhar de vez o ritmo necessário na competição”, analisou Thalles.

Na visão do volante Pedro Ken, o salto que o Vasco pode dar em termos de vantagem sobre a zona de classificação vai ditar o empenho do time diante do time de Bragança Paulista (SP): “Ganhar do Bragantino pode fazer com que a gente dê um salto ainda mais importante rumo ao nosso principal objetivo no ano, que é retornar para a Primeira Divisão. Precisamos ganhar embalo e manter uma vantagem segura para quem está de fora da zona de classificação”, disse.

Com a semana livre para trabalhar, o elenco tem treino marcado para a manhã desta terça-feira, no CFZ, ainda sem o técnico Joel Santana, que se recupera de uma cirurgia para retirada da vesícula. O treinador ainda pode dirigir o time no duelo diante do Bragantino, uma vez que a operação foi um sucesso. Porém, os médicos responsáveis pelo caso preferem não antecipar esse prognóstico. Enquanto Joel Santana não puder dirigir o time nos treinos, o auxiliar Jorge Luiz ficará à frente do plantel.

A definição da equipe que vai a campo diante do Bragantino deverá acontecer somente nos últimos treinos da semana, justamente para que Joel Santana possa ter mais chances de decidir. Porém, a tendência é que a formação que bateu o Joinville seja repetida.

ESPN

Deixe seu comentário