Joinville empata com o Brasil-RS e se complica na luta contra a degola

joi

O Joinville tropeçou dentro de casa e está cada vez mais perto do rebaixamento à Série C do Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, a equipe empatou com o Brasil-RS por 1 a 1, pela 33ª rodada da segunda divisão nacional. Elias abriu o placar para os gaúchos, enquanto Fernando Viana deixou tudo igual.

Com o resultado, os catarinenses foram a 30 pontos, cinco atrás do Oeste, primeiro time fora da degola. Assim, os comandados de Ramon Menezes precisam de uma boa sequência nas cinco rodadas finais para se livrar da queda. Os gaúchos, por sua vez, têm 46, com pequenas chances de acesso à Série A.

Na próxima rodada, o JEC vai ao Maranhão encarar o Sampaio Corrêa. Enquanto isso, dentro de casa, o Brasil-RS enfrenta o Vasco. Ambos os duelos acontecem no dia 5 de novembro.

O jogo – O time visitante ameaçou antes mesmo do primeiro minuto de jogo, em um contra-ataque que deixou Elias de frente para a meta, mas a batida fraca parou nas mãos do goleiro Jhonatan. Na resposta, os donos da casa levaram perigo com Jael, que recebeu cruzamento de Fernando Viana e cabeceou por cima da meta.

Aos oito minutos, o Brasil de Pelotas abriu o placar. Elias pegou o rebote da defesa dentro da área, limpou a marcação e balançou a rede. Porém, o Joinville conseguiu o empate ainda no primeiro tempo. Aos 27, o goleiro do time gaúcho fez boa defesa em cabeceio de Jael, mas a sobra ficou para Fernando Viana, que bateu com categoria para igualar.

No fim da etapa, a situação dos visitantes se complicou, pois Marcão recebeu o cartão vermelho. Com um jogador a mais, o Joinville tentou pressionar. Na primeira chance do segundo tempo, Jael recebeu cruzamento e bateu mal, para fora.

Aos 30, depois de cobrança de escanteio de Aldair, Ligger cabeceou com perigo por cima da meta. Pouco depois, Fernando Viana também usou a cabeça para assustar, acertando a trave da equipe gaúcha.

No entanto, aos 43, foi a vez de o Joinville se complicar. O goleiro Jhonatan deixou a área para interromper um contragolpe e fez falta, sendo expulso. Como já havia realizado as três substituições, o time anfitrião precisou recorrer ao atacante Fernando Viana para o gol. Apesar da pressão que o Brasil exerceu, o jogador conseguiu segurar para garantir o empate em casa.

Espn/Gazeta Press