Karatecas da Associação Blumenau de Karate conquistam medalhas no Pan-Americano

Foto 4 - Blumenauenses

Ariadne Boing, na categoria Cadete Kumitê até 47 quilos e Sabrina Bernabeu, na Sub-14 acima de 45 quilos, ambas as atletas da Associação Blumenau de Karate/Ipiranga/Barão/Park Europeu/Promoshirt/FMD Blumenau, estão entre as melhores karatecas das Américas. Ariadne conquistou medalha de ouro e Sabrina, o bronze – no Pan-Americano de Karate – Sub-14, Cadete, Júnior e Sub-21, disputado entre os dias 22 e 28 de agosto, em Guayaquil, no Equador.

 

Na classificação geral, o Brasil foi vice-campeão com 32 medalhas, das quais, nove de ouro, nove de prata e 14 de bronze. Na avaliação de Vanderlei de Oliveira, técnico da Seleção Brasileira de karate e da Associação Blumenau de karate, a seriedade do trabalho desenvolvido pela diretoria da Confederação Brasileira de Karate (CBK), comissão técnica e atletas fez a diferença para a campanha da delegação brasileira no Pan-Americano. “Todos trabalhamos no objetivo de colocar o Brasil dentre as grandes forças da modalidade em nível mundial e na busca de novos valores que possam representar o País nos Jogos Olímpicos de 2020 em Tóquio”, comenta.

 

Avaliação

 

Para Vanderlei, os resultados das atletas blumenauenses, são reflexos do trabalho desenvolvido pela comissão técnica da Associação Blumenau de karate nos últimos dois anos junto às categorias de bases. Segundo ele, ambas treinam, há três meses com o grupo adulto, o que faz apostar num futuro promissor na formação de atletas para representar o Brasil em competições internacionais.

 

“É uma nova geração que busca seu espaço dentro do grupo e tem mostrado bom potencial”, comenta Vanderlei. A equipe blumenauense teve ainda a participação de outros sete atletas na competição, como Camily Teixeira e Nicole Bauchspiess, ambas na categoria Sub-14 e medalhistas no Sul-Americano – além de Camila Koslowski, na Sub-21.“Independente dos resultados, todos mostraram determinação. O Pan-Americano é um campeonato difícil, muito equilibrado, no qual, os 15 países participantes marcaram presença com os melhores atletas de cada categoria”, analisa o treinador.

 

Histórias

 

Ariadne começou no Karate aos 05 anos de idade. Aluna da Escola Barão do Rio Branco, com apenas 14 anos, a blumenauense integra a Seleção Brasileira de Karate desde 2014 e atualmente treina com o grupo Adulto da Associação no Ipiranga. Dentre os seus expressivos resultados com a camisa da Seleção, como o título do Sul-Americano de 2014 e o bronze do Pan-Americano do ano passado, colocação que lhe garantiu disputar o Mundial de Base na Indonésia.

 

Sabrina, 12 anos, começou há seis anos na modalidade no pólo do Colégio Sagrada Família, com a professora Maike de Oliveira. Faixa marrom, a atleta treina atualmente no Ipiranga. Para integrar a Seleção, a blumenauense passou pela Seletiva Nacional realizada em Goiânia (GO). “É um grande passo da Sabrina e pela sua disciplina, acredito em uma trajetória de conquistas”, comenta a professora.

 

Referência

 

Com 87 atletas, o vice-campeonato no Pan-Americano de Guayaquil, no Equador, é a melhor campanha do Brasil nas últimas cinco edições do campeonato. Foi vice em 2011, quando foi sede do torneio. Depois ficou em sexto em 2012; nono em 2013 e terceiro em 2014 e 2015.

 

“Hoje, o Brasil é referência da modalidade no Continente Americano, tanto nas categorias de base, como na Adulto. Vale destacar que neste ano, o Brasil sagrou-se campeão do Pan-Americano Sênior e do Sul-Americano. Estes resultados, faz com que a comissão técnica trabalhe para que o Brasil figure entre os melhores a nível mundial”, destaca o treinador.

 

Fonte: Vanderlei de Oliveira, treinador da Seleção Brasileira e Catarinense de Karate e da FMD Blumenau (9163-9973)

Assessor de Comunicação: Humberto Trindade (9194-0745)

E-mail: humbertoesporte@yahoo.com.br