Londrina empata com o Criciúma fora de casa e pode deixar o G-4

criciuma

Criciúma e Londrina empataram por 1 a 1, nesta sexta-feira, pela 33ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Jogando fora de casa, os paranaenses saíram na frente, com Itamar, no fim do primeiro tempo. Na segunda etapa, Niltinho marcou de pênalti e definiu o placar final.

Com o empate, o time paranaense foi a 53 pontos e torce por tropeços de Náutico e Bahia para terminar a rodada no G-4 da Série B. O Criciúma, por outro lado, vê o acesso à primeira divisão cada vez mais distante, e precisará de um grande desempenho nas cinco rodadas finais para sonhar com uma vaga na elite em 2017.

Na próxima rodada, o Londrina recebe o Paysandu, buscando seguir na luta pelo acesso à Série A. O Criciúma, por sua vez, vai ao Mato Grosso encarar o Luverdense. Ambas as partidas acontecem na terça-feira, dia 1º de novembro.

O jogo

A partida começou com o Criciúma pressionando. Logo aos 4, Roberto exigiu defesa de Marcelo Rangel. Oito minutos depois, foi a vez de Niltinho finalizar para mais uma grande intervenção do goleiro dos paranaenses.

Aos 23, os donos da casa criaram nova chance. Após cobrança de falta, Rafael Gava quase fez contra, mas o arqueiro do Londrina foi bem novamente. Aos 30, mais uma vez apareceu Rangel, parando arremate de Thiago Humberto.

Nos minutos finais, os visitantes conseguiram crescer no duelo e construíram duas chances. Aos 44, Fillipe Souto cruzou para Itamar, que carimbou a trave. No minuto seguinte, porém, o mesmo Itamar não perdoou e estufou a rede: 1 a 0. Após o gol, o árbitro encerrou a primeira etapa.

No início da segunda etapa, aos 2, o autor do tento do Londrina quase fez o segundo. O goleiro Luiz fez ótima defesa. Aos 8, Marcelo Rangel brilhou mais uma vez, salvando o Londrina em sequência de defesas, em chutes de Niltinho e Bruno Baio.

Aos 11, o arqueiro ainda fez mais um milagre, pegando cabeçada de Roberto. Aos 17, porém, o juiz marcou pênalti, em toque de mão de Fillipe Souto. Na cobrança, Niltinho teve tranquilidade e deixou tudo igual: 1 a 1.

O gol fez os donos da casa crescerem no duelo. Aos 25, Caique Valdívia cabeceou e, em cima da linha, Fillipe Souto tirou, evitando a virada dos catarinenses.

Nos minutos finais, os times deram sinais de cansaço, e a partida perdeu intensidade. Mesmo assim, os goleiros seguiram trabalhando. Aos 35, Zé Rafael bateu forte, e Luiz fez boa defesa.

Depois, já aos 47, o arqueiro do Criciúma trabalhou novamente, evitando o gol da vitória do Londrina, e definindo o placar final de 1 a 1.

Espn/Gazeta Press