Marcelo Oliveira não garante Sornoza no time titular contra Atlético-PR

Após servir a seleção do Equador na última terça-feira, Sornoza chegou ao Rio de Janeiro na quinta e voltou a treinar no Fluminense nesta sexta. O retorno às atividades, porém, não é certeza de que o meia começará jogando no próximo compromisso do Fluminense, domingo, contra o Atlético-PR, em Curitiba.

Em coletiva no CT do Tricolor, o técnico Marcelo Oliveira não garantiu o equatoriano entre os titulares. Disse que ainda esperará o treino de sábado para definir. A opção a Sornoza seria Luciano, atacante que jogou improvisado na posição durante sua ausência.

– O Sornoza está convocado para viajar. Temos que fazer um último treinamento amanhã. Treinamos de duas formas diferentes, ele participou apenas de um treino. Vamos definir se ele vai começar jogando ou se vai ficar como opção no banco. É um jogador técnico, que arma jogada, tem boa bola parada, bom chute de fora da área. Está concorrendo com o Luciano, que jogou o último jogo e está crescendo também. Posso trabalhar as duas situações, embora o Sornoza tenha apenas trabalhado um dia.

Enquanto a escalação de Sornoza é dúvida, Marcelo Oliveira tem desfalques certos. O lateral-esquerdo Ayrton Lucas está suspenso e o lateral-direito Gilberto ainda sente dores no joelho esquerdo em razão de um edema ósseo. Seus substitutos serão, respectivamente, Marlon e Léo. Já o goleiro, Júlio César, substituído com dores nas costas no intervalo da vitória contra o Botafogo, treinou normalmente desde quarta e está confirmado.

O treinador tricolor não confirmou a escalação para o jogo deste domingo, mas deu algumas pistas durante a coletiva. Kayke segue como centroavante, no lugar de Pedro, machucado. Há a possibilidade também do time começar com três volantes.

Com isso, a provável escalação do Flu é: Júlio César, Léo, Gum, Digão e Marlon; Richard, Jadson, Dodi e Sornoza (Luciano), Everaldo e Kayke.

O técnico avaliou o jogo fora de casa contra o time paranaense como difícil, mas está confiante para o confronto fora de casa.

– Sempre difícil o Atlético-PR lá. Eles têm grande aproveitamento dentro de casa, seja pelo bom trabalho, pelo bom time, seja pela torcida envolvente que empurra o time, seja até ligeiramente pelo campo, que eles estão mais adaptados. Não tem como fugir disso. Mas vamos também com uma confiança muito grande. Fizemos uma boa preparação essa semana, um trabalho proveitoso. Estamos confiantes de que podemos fazer um grande resultado lá.

Globo Esporte