Mesmo com desfalques, Ratinho quer Joinville decisivo no sábado

joinville-jogo-480-divulgacao

Buscando a primeira vitória fora de Santa Catarina no Campeonato Brasileiro, o Joinville sabe que precisa vencer para continuar na luta contra o rebaixamento. O adversário da vez é a Ponte Preta, numa reedição da disputa pela ponta da tabela da Série B do ano passado, na qual os catarinenses se sagraram campeões.

O zagueiro Edson Ratinho acredita que o momento da equipe é de decisão. Para ele é necessário que o elenco tenha motivação e força de vontade para reverter a situação do clube, que é o 19º colocado com 30 pontos, três abaixo do Coritiba, primeiro time da zona de rebaixamento.

“Tenho repetido isso porque esse é o momento. Os mais experientes como eu, Marcelinho Paraíba e outros temos que passar isso para quem a ficha ainda não caiu. Tem que ter espírito de decisão. A maioria do grupo está ciente disso. Mas a gente tenta inflamar quem ainda está desligado”, afirmou Ratinho.

Para o duelo, o JEC não contará com três jogadores. William Popp e Ricardo Bueno, lesionados, confirmaram em exames a gravidade dos machucados. Popp sofreu um estiramento no ligamento do joelho, e apesar de não precisar de cirurgia, não poderá voltar aos gramados na temporada. Já Bueno está com o menisco lesionado, será operado e ficará dois meses afastado.

O terceiro desfalque é o atacante Kempes, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, na derrota diante do Internacional. Assim, PC Gusmão terá o restante de semana para definir a equipe que irá a campo neste sábado, contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, às 19h30 (de Brasília).

Fox sports

Deixe seu comentário