Na base da bola parada, Oeste vence Figueirense no Orlando Scarpelli e encosta no rival na classificação

Ao marcar de escanteio aos 50 segundos de jogo e depois aproveitar o erro da defesa numa cobrança de falta, o Oeste venceu o Figueirense por 2 a 1, em jogo disputado no estádio Orlando Scarpelli nesta segunda-feira, pela abertura da 15ª rodada da Série B do Brasileirão. Enquanto o Figueira teve até mais posse de bola e criou as jogadas perigosas da partida, a equipe paulista foi efetiva no ataque, segura na defesa e ainda se aproveitou da noite nervosa do clube catarinense.

Nem deu tempo do jogo esquentar, e o Oeste fez 1 a 0. No escanteio, Leandro Amaro jogou um balde de água fria no torcedor da casa e colocou os visitantes em vantagem. O que se viu a partir do gol oestino foi o Figueirense controlando a posse da bola, mas nervoso e ansioso para empatar o jogo.

A postura do time da casa – além da retranca dos paulistas – contribuiu para um jogo até feio de se ver. Justamente quando a torcida já começava a reclamar com o Furacão, Cleberson devolveu o gol de escanteio subindo entre os zagueiros do Oeste, deixando tudo igual e dando ânimo ao Figueirense para a segunda etapa.

No começo da segunda etapa, o jogo parecia que ganharia um novo cenário. O Oeste passou a abrir o jogo, atacando pelas pontas. O problema é que o Figueirense seguia numa partida nervosa e repleta de erros. Em um deles, de marcação na área, o Rubrão marcou o segundo gol com Pedrinho.

Milton Cruz mexeu no time promovendo as entradas de Maikon Leite e Juninho. Mas a desorganização do Figueirense impediu o empate. As novas caras do segundo tempo bem que tentaram, mas não conseguiram furar a retranca do Oeste, fazendo o torcedor da casa vaiar o Furacão no apito final.

A vitória eleva o Oeste aos 21 pontos, um a menos que o Figueirense. Os dois times estão entre os 10 primeiros colocados, mas a situação ainda deve mudar, já que apenas duas partidas foram disputadas nesta 15ª rodada.

O Figueirense volta a jogar na outra terça-feira, dia 17, contra o Guarani. O duelo acontece no estádio Brinco de Ouro da Princesa, às 21h30. Já o Rubrão volta a jogar somente no sábado, dia 21, contra o Paysandu, na Arena Barueri. A bola rola às 19h.

Globo Esporte