Nadal é campeão em Buenos Aires e iguala recorde de Guillermo Vilas

Internacional-Nilmar-640x480-Divulgação-InternacionalInternacional-Nilmar-640x480-Divulgação-Internacional

Após quase oito meses, o tenista Rafael Nadal volta a levantar um troféu, o 65º na carreira. Na tarde deste domingo, o espanhol venceu o amigo argentino Juan Monaco na final do ATP 250 de Buenos Aires, por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/1, após 1h26 de confronto. A última conquista dele havia acontecido no dia 8 de junho de 2014, quando foi campeão de Roland Garros ao derrotar o sérvio Novak Djokovic na decisão.

O título também faz o “Touro Miura” igualar o lendário tenista argentino, Guillermo Vilas, como o maior vencedor de torneios disputados no piso de saibro. Nadal, agora, é dono de 46 títulos nessa superfície.

A tarde deste domingo também é especial para o tenista de Mallorca porque vai fazê-lo recuperar o terceiro lugar no ranking mundial, ultrapassando o britânico Andy Murray, eliminado nas quartas de final do ATP 500 de Dubai, nesta semana. Rafa, além de enriquecer ainda mais sua conta bancária com cerca de R$ 260 mil, vai acumular mais 250 pontos na lista da ATP.

Talvez a única “tristeza” que possa ter abalado Nadal neste domingo foi o fato de ter vencido um amigo na decisão, que contou com apoio massivo da torcida presente no Buenos Aires Lawn Tennis Club. Rafa e Monaco costumam treinar juntos e atuam lado a lado em torneios de duplas quando o calendário coloca os dois em um mesmo torneio, assim como ocorreu em Buenos Aires nesta semana, onde foram eliminados nas quartas de final.

No retrospecto entre os dois, Rafael Nadal leva ampla vantagem: seis vitórias em sete jogos. O espanhol de 28 anos não perde para o argentino desde 2007, quando foi superado no Masters 1000 de Cincinnati. Deste então, o nove vezes campeão de Roland Garros não cedeu um set sequer para o amigo.

O jogo – Juan Monaco conseguiu frear a agressividade de Nadal só até o sétimo game do primeiro set, quando o espanhol conseguiu a primeira quebra do dia. Depois, com tranquilidade, o “Touro Miura” confirmou os serviços e fechou a parcial em 6/4.

O segundo set foi ainda mais fácil para Rafa, que abriu 4/0 em poucos minutos, desanimando aqueles que ainda tinham esperança no título argentino. No sétimo game, mais uma vez, o espanhol quebrou o saque do amigo e fez da Espanha heptacampeã consecutiva em Buenos Aires.

 

Fox Sports

Deixe seu comentário