Palmeiras vence Mirassol fora de casa e mantém 100% no Paul

Palmeiras vence Mirassol fora de casa e mantém 100% no Paulistão

O Palmeiras venceu o Mirassol por 2 a 0 na noite deste sábado de Carnaval, na cidade do interior, e chegou à sexta vitória seguida no Campeonato Paulista. Evolução? Nota 10!!! O destaque foi Borja, que fez um gol no primeiro tempo e sofreu um pênalti no segundo, convertido por Dudu.

Com seis vitórias seguidas, o time de Roger Machado igualou a sequência perfeita do Palmeiras de Gilson Kleina no início do Paulistão de 2014, ano do centenário do clube.

A partida deste sábado foi a primeira do Verdão em Mirassol depois da histórica goleada sofrida em março de 2013, por 6 a 2.

Borja no primeiro tempo, Dudu no segundo .

Ao fim da sexta rodada, metade da primeira fase, Palmeiras lidera o Grupo C com o dobro de pontos do segundo colocado, o São Bento. O Mirassol não conseguiu sair da lanterna do Grupo D.

Dois lances separados por dois minutos deram a vitória ao Palmeiras no primeiro tempo. Aos 21, Lucas Lima salvou com um carrinho em cima da linha e evitou gol do Mirassol; dois minutos depois, ele deu passe para Borja, livre, deslocar o goleiro e fazer 1 a 0.

Após começo sonolento, o Verdão assumiu um controle que jamais seria ameaçado, apesar da coragem do Mirassol em tentar atacar o time de Roger Machado.

O Palmeiras manteve o jogo controlado na etapa final. O Mirassol até que tentou chegar mais ao ataque, mas quase sempre sem perigo. A melhor chance foi alviverde, aos 15: Edson Silva salvou uma cabeçada de Borja em cima da linha.

Moisés Egert já tinha mexido duas vezes no time da casa; depois, Roger colocou Keno e Scarpa. Aos 40, após Borja ter sido derrubado por Jesiel dentro da área, Dudu fechou o placar de pênalti.

Jailson chegou ao 27º jogo seguido sem perder, exatamente nos 500 dias da marca. O goleiro do Verdão foi derrotado pela última em setembro de 2016 – para o Grêmio na Copa do Brasil. A comemoração será forte no Carnaval? Que nada…

Aos 43 minutos do segundo tempo, Tchê Tchê foi substuído por Thiago Santos: os dois volantes completaram 100 jogos cada um pelo Palmeiras. Depois do jogo, falaram sobre as marcas e a amizade entre eles.

Globo Esporte