São Paulo supera falhas de defensores e bate Atlético Nacional com gol no fim

Antônio Carlos marcou dois gols - e falhou em um dos colombianos - para dar vitória ao clube paulista Foto: Reuters

O São Paulo correu grandes riscos com falhas individuais na noite desta quarta-feira, mas um gol no fim salvou a equipe do empate em casa. Em duelo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana disputado para um público apenas mediano no Morumbi, o clube paulista viu Antônio Carlos marcar duas vezes, uma delas aos 46min, para dar a vitória por 3 a 2 diante do Atlético Nacional (COL) – o próprio Antônio Carlos e Rodrigo Caio haviam falhado nos gols colombianos.

 

A vitória dá ao São Paulo a vantagem do empate no duelo de volta, que será disputado em Medellín na próxima quarta, dia 6 de novembro, às 21h50 (de Brasília). A vitória simples por 1 a 0 ou 2 a 1, contudo, classifica os colombianos. O vencedor do duelo enfrentará nas semifinais o ganhador de Libertad x Itagüí – o time tricolor é o atual campeão da Sul-Americana e busca o bi.

 

O duelo da noite desta quarta começou com grande intensidade do São Paulo. A equipe quase não dava espaço ao Atlético Nacional e dominava as ações ofensivas. A boa atitude fez o time de Muricy abrir o placar aos 13min: Jadson dominou a bola no meio-campo e, sem deixá-la cair, chutou de muito longe para fazer um golaço – o arremate foi parar no ângulo do time colombiano. Na comemoração, Aloísio deu uma de suas já tradicionais “voadoras” no companheiro.

 

Com uma postura defensiva, os visitantes quase não assustavam o São Paulo, que mandava na partida, mas encontrava dificuldades contra a bem armada defesa. Aos 35min, Aloísio saiu na cara do goleiro, mas viu Nájera salvar gol certo quase em cima da linha. Quando a vitória parecia encaminhada na etapa inicial, Rodrigo Caio falhou aos 39min e Uribe empatou o confronto.

 

Empolgado, o Atlético Nacional voltou mais audacioso para os últimos 45 minutos. Mais solto na partida, a equipe colombiana viu o São Paulo ter o domínio absoluto sumir e até chegou a ter boas chances – aos 10min, Uribe recebeu lançamento e chutou cruzado, com muito perigo para Rogério Ceni. Sem se encontrar em campo, a equipe tricolor passou a causar irritação na torcida, que fez pedidos pela entrada de Ademílson.

 

Os mandantes voltaram a ter o domínio somente a partir dos 20min. Aos 26min, Rodrigo Caio escorou cobrança de escanteio no primeiro pau e encontrou na área Antônio Carlos, que fez o segundo do São Paulo. O time se animou e partiu para cima, mas uma nova falha ameaçou a vitória tricolor. Aos 33min, Antônio Carlos recuou mal para Rogério Ceni, Paulo Miranda perdeu na corrida e Duque tocou na saída de Ceni: 2 a 2.

 

Quando a partida se encaminhava para o final decepcionante para os torcedores que foram ao Morumbi, Antônio Carlos superou a falha individual poucos momentos antes e definiu a vitória aos 46min da etapa final. Em nova cobrança de escanteio, o zagueiro subiu mais alto que a zaga adversária e sacramentou o resultado que dá a vantagem para a equipe brasileira.

 

 

Foto: Reuters

Terra

Deixe seu comentário