Sport e Grêmio empatam sem gols na Ilha do Retiro e caem na tabela

Sport e Grêmio empatam sem gols na Ilha do Retiro e caem na tabela

O placar diz muito do que foi o jogo. Sport e Grêmio não fizeram uma partida de empolgar e só criariam alguns poucos lances de gols. O resultado foi ruim para ambas as equipes. O Tricolor deixou o G-4 – foi para quinto – e o Leão caiu para a oitava colocação. O complemento da rodada pode fazer os times caírem mais uma posição cada.

O Campeonato Brasileiro agora vai parar durante a Copa do Mundo. O Leão só volta a jogar no dia 18 de julho, às 19h30, contra o Ceará, no Estádio Castelão. O Grêmio joga no mesmo dia, só que às 21h45, contra o Atlético-MG, na Arena do Grêmio.

A torcida do Sport se agitou poucas vezes durante o primeiro tempo. Na maior parte delas, foi para pegar no pé do ex-rubro-negro André. A etapa não teve grandes emoções. As duas equipes jogaram com muita cautela e pouco se lançaram ao ataque: o Leão buscava de fora da área com Fellipe Bastos ou jogar pelos lados. O Tricolor, bem postado, não sofreu grandes sustos e só fez Mailson trabalhar uma vez, em uma cobrança de falta cobrada por Arthur.

Diferentemente do que aconteceu na primeira etapa, Sport e Grêmio buscaram mais o gol no início do segundo tempo, mas não tiveram sucesso porque erraram a pontaria. Os pernambucanos foram melhores porque estiveram mais presentes no campo de ataque. Rogério teve a melhor chance para os rubro-negros depois de receber um lançamento primoroso de Michel Bastos, mas demorou demais para chutar cara a cara com Grohe. Carlos Henrique também obrigou o camisa 1 do Grêmio a trabalhar, mas não foi suficiente para que o placar fosse alterado.

André teve uma saída conturbada do Sport neste ano. Chegou a ficar fora de alguns jogos, ser afastado, e acertou sua ida para o Grêmio. A torcida rubro-negra, no entanto, se mostrou magoada com o episódio e a forma que o jogador deixou o clube. Assim que pisou no gramado para o aquecimento, ele foi muito vaiado e xingado. Na hora da execução do hino nacional, a mesma coisa. A cada toque na bola, também. André não teve vida fácil na Ilha e, com desempenho fraco, foi substituído no segundo tempo.

O saldo da partida foi negativo para o Sport no que se diz respeito a perdas na equipe. O zagueiro Ronaldo Alves e o volante Deivid tomaram o terceiro cartão amarelo e não enfrentam o Ceará quando a Série A retornar.

Globo Esporte