Volte sempre?! Avaí mantém jejum e retrospecto indigesto diante do Palmeiras

avai

Avaí e Palmeiras se enfrentaram pela décima 15ª na história neste sábado, no Allianz Parque, em São Paulo. Como mostra a história, o Palmeiras fez valer seu favoritismo e confirmou a vantagem sobre o Leão da Ilha. Com gols de Dudu e Deyverson, o Palmeiras abriu 2 a 0 e liquidou a fatura ainda na primeira etapa. Com a expulsão de Juan no fim da etapa inicial, os comandados de Cuca apenas administraram o resultado na segunda parte do confronto.

– Ficamos a baixo coletivamente, individualmente, deixamos o Palmeiras muito à vontade na casa deles e isso resultou na vitória deles hoje – disse com serenidade o goleiro Douglas.

O triunfo alviverde foi o 12ª do Palmeiras sobre o Avaí. Na história, foram 15 partidas, com apenas uma vitória dos catarinenses e dois empates. Os paulistas marcaram 41 gols, contra apenas 13 do Leão da Ilha. O último duelo entre as duas equipes foi em 2015, pela Série A daquele ano. Com gols de Gabriel Jesus, Dudu e Cristaldo, a equipe comandada por Marcelo Oliveira venceu por 3 a 1 na Ressacada. André Lima fez para o Leão.

A única vitória catarinense foi em 2010. Com gols de Caio (2), Robinho e Roberto, o Avaí do técnico Antônio Lopes venceu por 4 a 2. Kléber e Gabriel Silva marcaram para o Palmeiras de Luis Felipe Scolari.

Com o revés deste sábado, o Avaí desperdiçou a quinta chance no campeonato de deixar a zona de rebaixamento. Na 18ª posição com 17 pontos, o Leão foi ultrapassado pelo São Paulo, que venceu o Botafogo.

– Não fizemos um péssimo jogo. Mas não foi igual aos outros. Também tem o Palmeiras, acho que foi o time que mais se movimentou. Sabia o que estava fazendo, fazendo tudo com consciência. E a qualidade é indiscutível. Então conseguiram a vitória. E, no meu ponto de vista, vitória justa – afirmou o zagueiro Betão.

O próximo compromisso da equipe será na próxima quinta-feira, às 19:30, na Arena da Baixada, onde enfrenta o Atlético-PR.

Globo Esportes