Flamengo x Al Hilal: escalações, desfalques e arbitragem

-

“اليوم لديه هدف من غابيغول”, diz a famosa plaquinha da torcida rubro-negra adaptada para a versão árabe. “Hoje tem gol do Gabigol” também na estreia do Flamengo no Mundial de Clubes? Campeão da Libertadores, o time do atacante artilheiro, de Bruno Henrique, Arrascaeta, Jorge Jesus e companhia agora vai em busca do mundo. E o primeiro passo é nesta terça-feira, na semifinal contra o Al Hilal, da Arábia Saudita, às 14h30 (de Brasília), no Estádio Internacional Khalifa, em Doha, no Catar.

Em jogo único, quem vencer por qualquer resultado avança. Empate leva para a prorrogação, e se permanecer a igualdade no placar após 120 minutos a decisão será nos pênaltis. Quem passar se classifica para a final e vai esperar pelo ganhador do duelo entre Liverpool, da Inglaterra, e Monterrey, do México, que se enfrentam na quarta-feira no mesmo estádio, também às 14h30 (de Brasília).

Coincidência do destino, o Al Hilal foi justamente o último clube de Jorge Jesus antes de todo o sucesso do técnico português à frente do Flamengo no Brasil. Pela equipe saudita, foram sete meses de trabalho e o título da Supercopa Saudita. Tricampeão da Champions League asiática (1992-2000-2019), o time conseguiu a façanha de ser o primeiro do Oriente Médio a levantar a taça desde 2011.

Esta é a penúltima edição do Mundial de Clubes no atual formato, que reúne os sete campeões de cada continente em um torneio de tiro curto. Em 2020, a competição volta a se repetir também no Catar, mas a partir de 2021 passará a ter um novo regulamento, com 24 clubes e critérios de classificação ainda não definidos pelas confederações. A edição de estreia será na China.

Flamengo – Técnico: Jorge Jesus
O Flamengo foi com força máxima para Doha e chega inteiro para o Mundial de Clubes, sem ninguém lesionado. Bruno Henrique, que sentiu dores na coxa direita na reta final do Campeonato Brasileiro, já se mostrou recuperado e deve ser titular. Com todos os jogadores à disposição, Jesus provavelmente vai repetir a escalação que venceu o River Plate, da Argentina, na final da Libertadores.

Quem está fora: ninguém.

Al Hilal – Técnico: Razvan Lucescu
Após a classificação suada sobre o Espérance, da Tunísia, nas quartas de final, o treinador romeno jogou o favoritismo para o Flamengo, mas se mostra confiante em sua estratégia. Para isso, conta com as estrelas Gomis e Giovinco, atacante francês e meia italiano poupados do time titular na primeira partida da equipe no Mundial. Lá atrás, o ex-rubro-negro Cuéllar promete não dar moleza aos ex-companheiros.

Quem está fora: Mohamed Kanno (suspenso)

O árbitro é Ismail Elfath, marroquino naturalizado norte-americano – ele apitou o primeiro teste do VAR no futebol em agosto de 2016, no duelo entre Red Bull II e Orlando City B. O juiz será auxiliado por Kyle Atkins (EUA) e Parker Corey (EUA). A arbitragem de vídeo fica a cargo do irlandês Alan Kelly.

Fonte: Globo.com

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

5 × quatro =

ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

Fim da novela! Desejo de Corinthians e Palmeiras, Rony aceita proposta e fica no Athletico

 Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo Técnico Dorival Júnior já conta com o jogador para o jogo contra...

Mais uma vitória !!! ...

A gente não se aguenta de tanto orgulho! Que time! Que categoria! Que vitória! Parabéns, rapazes! 👏 E valeu, FIAT Minas,...

No duelo de campeões, Santo André goleia o Criciúma e se classifica na Copa do Brasil

Foto: globoesporte.globo.com Ramalhão garante, ainda, premiação de R$ 650 mil pela vaga à segunda fase; eliminado, Tigre passa a...